Desde 2007 o SEI – Software Engineering Institute – entidade que regulamenta a adoção do CMMI® globalmente, tornou mais robusto e exigente o critério para credenciamento de avaliadores, em especial para avaliadores de alta maturidade ou high maturity lead appraisers – hmla – aqueles aptos a liderar avaliações de nível 4 e 5 do CMMI (o que o mercado chama de certificação de CMMI).

Esses critérios passam por diversos cursos realizados no exterior, provas escritas, experiência prática (inclusive em avaliações de alta maturidade e conceitos estatísticos) e culminam com uma prova oral, realizada por uma banca examinadora do SEI, onde a parte conceitual e prática é colocada à prova.

Poucos profissionais no mundo passam por todo esse processo, são aprovados e possuem essa credencial. Apenas três no Brasil – Carlos Caram, que foi o primeiro brasileiro credenciado pelo SEI e um dos precursores desse movimento no Brasil. Renato Vasques, o primeiro a se credenciar como avaliador de CMMI e reconhecidamente uma autoridade no assunto. E agora André Pinho, consultor da ISD Brasil com grande experiência na implementação de práticas de alta maturidade, conceitos estatísticos, Six Sigma e gestão de projetos, inclusive em empresas com métodos ágeis. André é avaliador autorizado para os modelos CMMI nas modalidades Desenvolvimento (DEV), Serviços (SVC) e Aquisição (ACQ), além do modelo eSCM para “Sourcing”.

A ISD Brasil permanece como a única empresa no Brasil a contar em seus quadros com avaliadores de alta maturidade brasileiros – temos a certeza de que isso não se dá por acaso.